Curiosidades

GNR escolta carro com grávida em trabalho de parto e “perdoa” multa

Uma viatura do Destacamento de Trânsito da GNR de Penafiel escoltou, ontem, um carro onde seguia uma mulher em trabalho de parto, até ao Centro Materno-Infantil do Norte, no Porto, após o veículo ter sido intercetado por excesso de velocidade à saída da A4 para a A3.

Como avança o Jornal de Notícias, o major Adriano Rocha, das Relações Públicas da GNR, confirmou que os militares abriram caminho para a viatura onde seguia a grávida, com o carro da GNR de “sirene ligada”, descongestionando o acesso desde o o Hospital de S. João até ao Centro Materno-Infantil, no centro do Porto.

Perdoada a multa, e valorizada a vida

Adriano Rocha também referiu que por se tratar de uma “marcha de emergência”, o condutor que transportava a mulher “não foi sujeito a qualquer coima ou taxa”. A interceção aconteceu na A3, na saída para o Hospital de S. João.

“A patrulha encontrava-se a efetuar uma ação de prevenção da sinistralidade, efetuando o controlo de velocidade de veículos que transitavam na A3, perto da localidade de São Mamede de Infesta, quando detetaram um veículo em excesso de velocidade, obrigando à sua interceção”, explica o comunicado da GNR.

“Ao abordarem o condutor verificaram que este se fazia acompanhar da sua esposa, a qual estava em trabalho de parto e com muitas dores, tendo os militares de imediato iniciado a marcha de urgência, o que possibilitou que a mulher grávida chegasse rapidamente e em segurança ao Centro Materno-Infantil do Norte, considerando que os acessos ao local estavam bastante condicionados”, refere ainda o comunicado.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo