Curiosidades País Região

GNR escolta carro com grávida em trabalho de parto e “perdoa” multa

Redação
Escrito por Redação

Uma viatura do Destacamento de Trânsito da GNR de Penafiel escoltou, ontem, um carro onde seguia uma mulher em trabalho de parto, até ao Centro Materno-Infantil do Norte, no Porto, após o veículo ter sido intercetado por excesso de velocidade à saída da A4 para a A3.

Como avança o Jornal de Notícias, o major Adriano Rocha, das Relações Públicas da GNR, confirmou que os militares abriram caminho para a viatura onde seguia a grávida, com o carro da GNR de “sirene ligada”, descongestionando o acesso desde o o Hospital de S. João até ao Centro Materno-Infantil, no centro do Porto.

Perdoada a multa, e valorizada a vida

Adriano Rocha também referiu que por se tratar de uma “marcha de emergência”, o condutor que transportava a mulher “não foi sujeito a qualquer coima ou taxa”. A interceção aconteceu na A3, na saída para o Hospital de S. João.

“A patrulha encontrava-se a efetuar uma ação de prevenção da sinistralidade, efetuando o controlo de velocidade de veículos que transitavam na A3, perto da localidade de São Mamede de Infesta, quando detetaram um veículo em excesso de velocidade, obrigando à sua interceção”, explica o comunicado da GNR.

“Ao abordarem o condutor verificaram que este se fazia acompanhar da sua esposa, a qual estava em trabalho de parto e com muitas dores, tendo os militares de imediato iniciado a marcha de urgência, o que possibilitou que a mulher grávida chegasse rapidamente e em segurança ao Centro Materno-Infantil do Norte, considerando que os acessos ao local estavam bastante condicionados”, refere ainda o comunicado.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação

Deixar um comentário