Ambiente Braga Destaque

Mais de 50 mil pontas de cigarro e uma dezena de sacos de lixo recolhidos em Braga

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Já terminou o Braga Plogging, ação que recolheu milhares de pontas de cigarro e mais de uma dezena de sacos de lixo no centro de Braga.

Organizado pelo movimento cívico Braga para Todos, as ações vão retomar em setembro com o objetivo de atrair mais participantes.

Entre 4 e 24 de agosto, em quatro ações com duas horas cada, foram apanhadas mais de 50 mil pontas de cigarro, por um total de 50 pessoas. Elda Fernandes, ativista do Braga para Todos, considera que apenas após participar numa destas ações, é possível ter noção do problema.

“Em março, quando lançamos a campanha Desplastificar Braga, enviada a Ricardo Rio e a todos os presidentes da junta, tínhamos a noção teórica do problema das beatas. Hoje temos a prática de quem trabalhou no terreno e mais certeza no que pedimos e consequentemente argumentos válidos”. O Braga para Todos pede à Câmara de Braga cinzeiros comunitários, ações de sensibilização e ecopontas, além de um programa para a sua reutilização.

Para o movimento ativista, “é crucial” adotar as medidas certas numa cidade que cada vez recebe mais turistas.

O Braga para Todos afirma ser contra a lei das coimas sem primeiro existir soluções das autarquias, afirmando que Ricardo Rio será questionado sobre a aplicação das mesmas.

Sobre a limpeza do centro da cidade, do Parque da Ponte e de outros locais por onde passaram, Elda Fernandes dá nota positiva e afirma que Braga é, de facto, uma cidade limpa. “Braga, tirando as beatas, é bastante limpa. O Parque da Ponte no sábado em que lá fomos estava sem lixo, como todos os locais em geral. O lixo que apanhamos era ocasional e, certamente, pelo estado que se apresentava do próprio dia e há escassas horas no chão, nessa área o centro de Braga é exemplar”.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista

Deixar um comentário