País Região

Freira de 61 anos violada e morta por homem de 40 anos

DR
Redação
Escrito por Redação

Antónia Pinho, freira de 61 anos de idade, era conhecida por ajudar pessoas idosas e toxicodependentes. Terá sido asfixiada durante um ato de abuso, como avança o Correio da Manhã.

A freira de 61 anos era conhecida em São João da Madeira, distrito de Aveiro, por ajudar idosos, toxicodependente e pelas pessoas como uma “freira radical”, por circular sempre de lambreta pelas ruas da cidade.

 

Desaparecida à hora da missa alertou comunidade

Durante a manhã deste domingo, a freira disse que ia à missa, mas nem chegou a entrar na igreja. Já durante a tarde do mesmo dia, a mesma foi encontrada sem vida dentro da casa de um homem com cadastro, naquele concelho. Suspeita-se que a mesma tenha sido abusada e asfixiada durante o ato.

A vítima terá perdido a vida por volta das duas horas da tarde, mas apenas uma hora depois foi dado o alerta pelo alegado homicida – um toxicodependente com cerca de 40 anos, já condenado pelo crime de violação e que saiu da cadeia há apenas três meses.

Após ser levado pela PJ para interrogatório, acabou por confessar o crime. Será hoje ouvido por um juiz de instrução criminal e conhecer as medidas de coação.

As circunstâncias em que a freira, conhecida por irmã ‘Tona’, se deslocou até à casa do cadastrado, na rua de Arrifana, ainda não estão totalmente esclarecidas. Não se sabe se foi por livre vontade, por o homem ser uma das pessoas que costumava ajudar, ou se foi coagida a deslocar-se até ao local.

 

 

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação