Destaque Vila Verde

Escola Secundária de Vila Verde celebra 33 anos

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Foi há 33 anos. A 1 de outubro de 1986 fez-se história no concelho de Vila Verde, quando se abriram as portas da Escola Secundária de Vila Verde. Esta data marcou um novo ciclo na educação do concelho, sendo que os alunos, após terminar o 9.º ano, na Escola Preparatória de Vila Verde, podiam prosseguir os estudos sem necessidade de se deslocar para Braga.

“Estou certo que em todos que assinalaram a sua presença nesse primeiro dia ficou uma marca, uma recordação, uma história. Para professores e funcionários ficou a sensação de, pela primeira vez, pisarem um espaço construído com o objetivo de ensinar, já que alguns destes vivenciaram o ensino e aprendizagem, em Vila Verde, numa antiga cadeia ou num antigo hospital. Para os alunos, ficou o cheiro a novo, as salas enormes, o mobiliário novo, até a recordação de professores que lhes pareciam diferentes”, disse o diretor da Escola Secundária de Vila Verde, João Graça.

O diretor recorda que, ao longo dos anos, “o primeiro edifício permaneceu incólume às diversas reformas educativas, aos decretos de lei, às portarias, às frequentes mudanças de ministros… Deste edifício, cada um guarda as suas histórias, as suas experiências, os seus amigos para a vida”.

Para o professor João Graça, cada canto da escola é património intangível e guarda memórias de todos os que lá passaram.

Em 2011, a Escola Secundária de Vila Verde foi uma das escolas intervencionadas. “Cada espaço transformou-se num novo espaço. Novos e belos espaços surgiram. Uma nova escola carregada de história e de histórias, sem nunca perder a sua identidade”, referiu o diretor, acrescentando que “hoje, somos aquilo que construímos aos longo destes 33 anos. Somos o contributo de tudo e de todos aqueles que passaram pela ESVV”.

João Graça considera que se trata de uma escola de referência, reconhecida por toda a comunidade educativa.
“O problema de cada um é nosso e, como tal, trabalhamos para a sua resolução coletivamente. Acreditamos, veementemente, que o nosso sucesso reside na tríade professores, alunos/famílias e assistentes e é na conjugação de esforços e sinergias destes agentes que construímos a nossa ESVV. Somos uma escola de relações de proximidade, de vínculos!”.

O diretor da escola promete, ainda, continuar a superar “na formação destas e das gerações vindouras, apostando num ensino de qualidade, garantindo diariamente a excelência da escola pública, não descurando o desenvolvimento de cada um, como pessoa, como indivíduo, numa permanente valorização da educação informal, transmitida pelos pais, família e sociedade”.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista

Deixar um comentário