Vila Verde

Uma história com final feliz. Sem abrigo alojada depois de partilha dos Anjos Amigos e do V

Escrito por Joaquim Ribeiro

A história começou com a publicação do “Anjos Amigos” que rapidamente se difundiu nas redes sociais. O Semanário V uniu-se à causa e publicou um artigo de alerta depois de falar com a fundadora dos “Anjos Amigos”, que contou-nos que se “tratava de uma Senhora com 82 anos, que esteve num lar e encontrava-se na rua há 5 dias. “Isto foi visto e assistido aos nossos olhos Anjos Amigos ontem à noite”, acrescentaram.

Depois de centenas de partilhas surgiram novas informações com um comunicado a dar conta que “graças à nossa publicação e a todas as partilhas, a Dª Maria Fernanda já está encaminhada para as autoridades competentes que lhe prometeram uma rapidíssima resolução do seu problema. Ficamos aguardar e vigilantes a resolução deste caso”. Estava o caso a ser encaminhado.
Esta semana sabemos que a Dª Maria Fernanda está em melhores condições. Em comunicado enviado ao V, o grupo de amigo refere que “em nome dos Anjos Amigos, vimos informar que a Dª Maria Fernanda já se encontra alojada numa pensão no Porto. A informação foi-nos cedida pela Dra. Sofia Moreira do Lar da Areosa, e a gestora de processo, Dra. Margarida Martins, confirma que a mesma vai continuar a sua rotina normal.

Complementa com um “obrigada a todos sem exceção que estiveram envolvidos nesta ajuda tanto na divulgação, partilha e disponibilidade, acreditem que sem a vossa ajuda nada seria possível. Nos Anjos Amigos estamos atentos e tentamos de todas as formas possíveis ajudar quem mais precisa sempre dentro das nossas possibilidades, pois não somos associação mas sim um grupo de amigos que todos gostamos de ajudar um pouco em tudo. Estamos muito felizes por ter mais um caso de sucesso e o dever cumprido. Continuamos no terreno sempre com a intuição de ajudar. Grata a todos.”

Publicação do Semanário V contribui para sucesso da alerta
Em declarações informais, os Anjos Amigos agradeceram a nossa intervenção no caso. Recorde-se que este caso foi denunciado pelo Semanário V.

Comentários

Acerca do autor

Joaquim Ribeiro

Deixar um comentário