As sete crias foram resgatadas na última quinta-feira e ontem a GNR conseguiu chegar até à dona, depois de ter encontrada uma oitava cria na residência da mulher e que permitiu fazer a ligação ao proprietário.

“Na sequência de diligências policiais, foi localizada, ontem, a cadela progenitora, tendo ainda sido possível encontrar uma cria no interior da ‘casota’ da mesma, o que permitiu estabelecer a relação entre os animais”, explica a GNR em comunicado.

A cadela e as suas crias foram recolhidas e encaminhadas para o canil de Tarouca.  A mulher foi constituída arguida e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Lamego.