Braga

Prémio Nobel da Química participa em Conferência Internacional no INL em Braga

Partilhe esta notícia!

INL quer liderar na inovação tecnológica de baterias. Hoje e amanhã, promove a Conferência Internacional ‘Mission 10.000: Batteries’, que abre com a intervenção de John Goodenough, ontem distinguido com o Prémio Nobel da Química 2019.

Encerrando o Ciclo de Conferências Mission 10.000, o INL em Braga, recebe entre 10 e 11 de outubro o evento Mission 10.000: Batteries. Depois do sucesso de 2018, o novo programa dá continuidade à iniciativa colaborativa do nanoGateway que procura dar resposta aos complexos desafios que a sociedade de hoje enfrenta. O projeto baseia o seu plano de ação no fomento do impacto da investigação em matérias de relevância social, contando, para isso, com o envolvimento de todos os atores-chave da região POCTEP..O armazenamento de energia é um componente-chave previsto nos esforços europeus voltados para a descarbonização e transição para as energias sustentáveis.
A eletrificação dos veículos e a democratização do uso de energias renováveis são já um desafio às atuais tecnologias de baterias e exigem novas soluções mais eficientes, mais baratas e com menor impacto ambiental.Atualmente, as baterias de iões de lítio são a tecnologia mais usada em veículos elétricos e no armazenamento de energia eletroquímica. No entanto, assegurar o acesso aos elementos críticos para a produção destas baterias (lítio e cobalto) é um das maiores desafios que a União Europeia (UE) enfrenta.
Sendo difícil a previsão das próximas tecnologias dominantes no mercado das baterias, tem-se unido esforços no sentido de desenvolver uma estratégia global europeia voltada para a investigação e inovação na indústria das baterias.A conferência internacional Mission 10.000: Batteries reúne investigadores, empreendedores e atores da esfera política num debate focado nas tendências atuais e futuras na indústria das baterias.O evento procura posicionar a UE como um elemento-chave no futuro mercado de armazenamento de baterias.

Comentários

topo