Destaque País Região

Neto roubava reforma ao avô e deixou-o morrer à fome, no Porto

(c) dr
Redação
Escrito por Redação
Após perder o filho, um idoso de 86 anos ficou a viver com o neto, que assumiu a responsabilidade de lhe prestar todos os cuidados.

Contudo, o homem de 33 anos nunca cumpriu com o que comprometeu, e deixou o avô sem ajuda e sem os cuidados básicos, a viver em casa sem comida e sem luz, no Porto.

Todo os meses o homem de 33 anos tirava ao avô 682 euros, dinheiro que vinha das pensões de velhice e sobrevivência.

O caso aconteceu entre abril de 2015 e abril de 2017, e foi denunciado à PSP por várias entidades, tendo o idoso sido levado para um lar, onde acabou por perder a vida duas semanas mais tarde.

O neto, que será julgado em novembro, está acuso de um crime de maus tratos, furto qualificado, uma vez que ao longo deste tempo o sujeito conseguiu tirar à vítima mais de 16 mil euros.

Partilhe esta notícia!

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação