Destaque País

“Onde está um português está Portugal”, diz António Costa

Em declarações aos jornalistas, em Bruxelas, o primeiro ministro português teceu rasgados elogios ao “alargamento significativo das condições de recenseamento e melhorias das condições de participação ” que foi feito nas nestas últimas eleições legislativas.

Aproveitou para agradecer a “enorme participação dos portugueses residentes no estrangeiro. Aumentou seis vezes a participação. (…) tivemos um aumento de uma participação na casa dos 25 mil votantes para 154 mil votantes.”

”Neste mundo globalizado, nunca nos podemos esquecer que Portugal não somos só os 10 milhões que residimos no territorio nacional, mas somos cerca de mais 5 milhões que estão hoje um pouco em todo o mundo. É muito importante que esses vínculos se estabelecem, porque onde está um português está Portugal”, diz António Costa.

Adianta ainda que as mesmas melhorias “tiveram uma correspondência muito relevante no número de portugueses que puderam votar. O que aprendemos nestas eleições nos permitirá seguramente em próximas eleições melhorar de forma a que as condições de participação possam ser mais facilitadas do que foram já nestas eleições”.

Comentários

Acerca do autor

Paulo Moreira Mesquita

Paulo Moreira Mesquita

Diretor Semanário V

Deixar um comentário