Curiosidades

Português com Parkinson cria raqueta e é vice-campeão mundial de ténis de mesa

Partilhe esta notícia!

Damásio Caeiro fez mais de 50 tentativas para construir a raqueta ideal para jogar ténis de mesa e, quando conseguiu “que mão e raqueta se fundissem”, sagrou-se vice-campeão mundial de doentes com Parkinson.

“Tinha muita dificuldade em pegar na raqueta, e decidi trabalhar na construção de uma própria. Fiz mais de 50 tentativas, mas finalmente consegui que mão e raqueta se fundissem”, contou Damásio Caeiro à agência Lusa, admitindo a possibilidade de registar a patente.

Foi com a raqueta adaptada — feita em madeira de mogno, que, em vez de um cabo convencional, tem uma placa com orifícios para os dedos —, que no sábado se sagrou vice-campeão mundial, nos Estados Unidos.

No primeiro campeonato para doentes com Parkinson da Fundação da Federação Internacional de Ténis de Mesa (ITTF), Damásio Caeiro, de 57 anos, foi apenas derrotado por Holger Teppe, que descreveu como “um alemão bem mais jovem e com poucas manifestações da doença”.

Comentários

topo