País

Saúde pública. Surto de sarna no lar de idosos Domus Pacis em Abrantes

Uma denúncia enviada esta semana para Jornal O MIRANTE alerta para a existência de sarna no Lar Domus Pacis, em Abrantes. A denúncia partiu de alguém que tem um familiar institucionalizado nesta estrutura residencial para pessoas idosas e que contraiu sarna numa visita há cerca de duas semanas. No início pensou que se tratava de uma reacção alérgica a um novo medicamento para a diabetes, mas uma ida recente ao centro de saúde confirmou o diagnóstico de sarna.

Não teve dúvidas que foi contraída no lar onde até já tinha questionado funcionários e responsáveis sobre as erupções cutâneas que observou no seu familiar e em outros pacientes. Asseguraram-lhe que tinha sido um pequeno surto de sarampo e que já estaria controlado. Desconfiou ao ver vários sacos de plástico com roupas fechados pelos corredores. Mais tarde um profissional de saúde do próprio lar revelou-lhe que “se trata de um método para matar por asfixia os ácaros responsáveis pela doença”.

A sarna humana ou escabiose é uma doença cutânea infecciosa e contagiosa. É causada por um parasita (o ácaro sarcoptes scabie), que vive apenas na pele humana. Os seus sintomas são comichão e prurido, erupções cutâneas, descamação e crostas. Transmite-se através do contacto directo com a pele do indivíduo infectado ou, menos frequentemente, pela partilha da mesma roupa ou da mesma cama.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo