Ambiente Destaque País Região Saúde

População cerca carro de Secretário de Estado João Galamba em Boticas. Governante abandona local

(c) DR
Redação
Escrito por Redação

O secretário de Estado Adjunto e da Energia, João Galamba, foi esta segunda-feira recebido em Boticas por populares em protesto contra a exploração do lítio. Os populares cercaram o seu carro, o governante ainda saiu para dar explicações, mas acabou por seguir viagem.

O secretário de Estado Adjunto falou aos jornalistas pelas 17h45 na Câmara de Boticas, onde foi questionado sobre como tranquilizaria a população. João Galamba esclarece que a melhor maneira de o fazer é “explicando às pessoas que muitas coisas que se dizem estão assentes em equívocos”. Por exemplo, o lítio, diz Galamba, “não é altamente tóxico”, assim como “não há nenhuma diferença entre uma mina de lítio, uma pedreira de granito ou mina de quartzo e feldspato”.

O governante mostrou preocupação com o futuro da população de Covas do Barroso, o local programado para eventual mina de exploração de lítio, e fez questão de dar o exemplo de uma “gigantesca mina” em Pedras Salgadas ou Vidago, onde “a água continua a ser saudável e a atrair turismo”.

“Se o Estudo de Impacto Ambiental for negativo ou se as medidas compensatórias foram de tal ordem que a empresa não tem condições para as aplicar, não haverá mina. É isso que decorre da legislação e da avaliação ambiental e certamente que de diferentes projetos mineiros que possam haver, uns serão aprovados e outros serão reprovados”, referiu João Galamba.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação

Deixar um comentário