Além de já conseguir estar sentada, Matilde já consegue segurar o pescoço sem o apoio da mãe e olhar para cima. Movimentos que antes não era capaz de fazer.

A bebé continua resguardada e com pouco contacto com os irmãos, mas os pais dizem que têm visto melhorias na destreza e força da criança que nasceu com atrofia muscular espinal tipo 1, uma doença considerada rara. Na página criada na altura em que pediram donativos aos portugueses, os pais escreveram que a criança vai recomeçar a fisioterapia esta semana.

(c) DR