Braga

Estreia de fogo no primeiro turno de médica do INEM

Uma médica da VMER do INEM de Braga teve este sábado uma estreia de fogo, logo no seu primeiro turno, com um papel determinante, a par do enfermeiro do Instituto Nacional de Emergência Médica e dos três socorristas da Cruz Vermelha de Rio Caldo, ao inverter a aproximação da morte, de um motociclista, em situação de paragem cardiorrespiratória.

A vítima, de 38 anos,  bateu com um automóvel, na chamada Estrada da Caniçada, com elevado desnível e muitas curvas, no concelho de Vieira do Minho, encontrando-se agora em estado muito grave, no Serviço de Emergência do Hospital Central de Braga, para onde foi transportado sob escolta de militares do Posto Territorial da GNR de Vieira do Minho, para a necessidade de evacuar o mais rapidamente possível o sinistrado para uma unidade hospitalar de referência.

O motociclista, que embateu de frente na Estrada Nacional 304, que liga a localidade de Cerdeirinhas (Estrada Nacional 103), às Pontes de Rio Caldo, já no concelho de Terras de Bouro, residente na freguesia de Vilar de Veiga, em Terras de Bouro, encontra-se ainda em estado muito grave, na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Central de Braga.

A vítima estava já em paragem cardiorrespiratória, ficando imediatamente em situação de inconsciência, tendo sido revertido o processo de morte iminente, com o trabalho de três operacionais da Delegação de Rio Caldo da Cruz Vermelha, o seu coordenador, Jacob Alves, mais outros dois socorristas, Joana Costa e Domingos Pinto, entretanto, reforçados com a médica Elisabete Coelho e o enfermeiro António Costa, ambos da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM, que chegou em tempo recorde de Braga a Vieira do Minho.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo