Ambiente

Deputados do BE querem “resolução urgente” nas escolas de Braga com amianto

O deputado e a deputada do Bloco de Esquerda eleitos pelo circulo eleitoral de Braga, José Maria Cardoso e Alexandra Vieira, solicitaram a todas as escolas do distrito a indicação da existência de materiais contendo amianto
nos edifícios escolares e da previsão para a sua remoção.

A divulgação desta iniciativa na Assembleia da República foi efetuada à margem das visitas realizadas pelos deputados, nesta segunda-feira, à Escola EB 2/3 Frei Caetano Brandão, em Braga, e à Escola Básica Gonçalo Nunes, em Barcelos.

Em declarações à comunicação social, realizadas após a visita, em Barcelos, José Maria Cardoso relembra que, desde 2005, é proibida a utilização e comercialização de amianto  e que, em 2017, o Conselho de Ministros aprovou uma resolução que identificava 4263 edifícios a necessitar de intervenção.

Segundo o deputado, os edifícios escolares revestem-se de particular relevância todavia, a identificação atualizada dos que têm amianto e ainda não foram intervencionados não é tão acessível quanto seria de desejar. “O Bloco de Esquerda pretende contribuir esse esclarecimento e, por isso, questionamos se esta escola, e todas as escolas do distrito de Braga, tem materiais contendo amianto e se os mesmos já foram alvo de intervenção”, acrescenta.

Após a visita e reunião com o Agrupamento de Escolas de Maximinos, da qual faz parte a Escola Básica Frei Caetano Brandão, Alexandra Vieira referiu que a não remoção do amianto é um “problema de saúde pública” uma vez que “já foi provado o seu potencial cancerígeno”.

A deputada bloquista reclama ao Governo a reabilitação “urgente” desta escola.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo