Vila Verde

Rocky o cão que sobreviveu a duplo atropelamento e esteve 5 dias ferido num ermo

(c) DR
Escrito por Joaquim Ribeiro

Depois da partilha em exclusivo do V, dando conta do desaparecimento do Rocky, houve contacto por testemunhas oculares que deram a informação que o Rocky tinha sofrido duplo atropelamento e que os condutores tinham fugido do local. “Por volta das 00h30 um grupo de jovens ainda procuravam o cão, que com o susto, fugiu do local mesmo ferido”, disse Diana Rodrigues em exclusivo ao V.

Depois de contactados, os donos, galgaram os campos onde o cão se tinha refugiado segundo a testemunha e conseguiram alcançar o animal. “Estava ferido na face e numa pata mas com vida. Até chorei. Agradeço ao SemanárioV e à Diana pela ajuda. Estou muito emocionado” revela o dono João Rodrigues em exclusivo ao V.

(c) Joao Rodrigues / SemanárioV

5 dias antes o Rocky tinha fugido para um campo anexo à estrada nacional 201 onde ocorreram os atropelamentos. Neste momento o Rocky encontra-se em recuperação em casa com a sua família. Foram mais de 300 partilhas e um movimento em torno desta história que teve um final feliz. Há relatos, que ainda tentaram segurar o cão depois do atropelamento mas não foi possível devido ao seu estado.

Agradecimento público dos donos pós aparecimento

“Já o encontrei. Continua bastante assustando, um bocado debilitado devido a todos os incidentes que sofreu, não apresenta mazelas de maior fisicamente já foi observado pelo veterinário e medicado… O meu enorme obrigado ao Semanário V pela publicação e preocupação demonstrada em contactar-me, a Diana Rodrigues pelo ser humano fantástico que foi sem vocês não seria possível o Rocky voltar para o seu lar, sem palavras mesmo para agradecer a generosidade de todos que partilharam o meu sincero obrigado”, podia ler-se na publicação do V que fez despontar esta procura pelo Rocky.

 

Comentários

Acerca do autor

Joaquim Ribeiro

Deixar um comentário