Ambiente

Guimarães cria aplicação para promover atividade física, hábitos saudáveis e dinamizar o comércio

A Câmara Municipal de Guimarães está a desenvolver uma aplicação que visa a atribuição de pontos aos utilizadores da ecovia e, consequentemente, poderão usar esses pontos em compras no comércio local com direito a descontos, perante os estabelecimentos que aderem à iniciativa.

Esta ideia foi lançada na abertura do Seminário Internacional “Cidades Ativas, Pessoas (Mais) Felizes”, esta quarta-feira, pelo Vereador do Desporto, Ricardo Costa. “Numa resposta aos desafios do presente e futuro, é importante colocar a tecnologia ao serviço do cidadão. No âmbito da promoção da atividade física, hábitos de vida saudáveis, dinamização do comércio e promoção da mobilidade, a Câmara de Guimarães está a desenvolver uma aplicação que visa oferecer pontos às pessoas que utilizam em maior número a Ecovia e quantos mais pontos obterem na sua utilização poderão beneficiar em compras no comércio local. Isto é colocar a tecnologia ao serviço das pessoas”, salientou Ricardo Costa, na sessão de abertura do Seminário.

O Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, aplaudiu a ideia e pretende apresentar o exemplo a outros Municípios do país. “Fazer com que as pessoas adotem hábitos de vida saudável e criar uma aplicação que traduz em benefícios para a vida económica, promovendo hábitos de vida saudável, é uma ideia brilhante e partilharei esta ideia a outras cidades e anunciar que Guimarães tem essa intenção”, salientou João Paulo Rebelo. O Secretário de Estado reconhece o Município de Guimarães como “um concelho amigo do desporto” e realçou que “este seminário internacional é um sinal inequívoco das preocupações que tem com uma cidade mais ativa”.

Uma das preocupações anunciadas por João Paulo Rebelo é a recolha de dados reais sobre a prática de atividade física em Portugal. “Um dos objetivos deste Governo é trabalhar para a estatística fiável e credível. Basta andar na rua para perceber que há muitas pessoas a praticar desporto e estamos empenhados em criar dados fiáveis para desenhar as melhores políticas para o país”, frisou o governante.

O Seminário Internacional “Cidades Ativas, Pessoas (Mais) Felizes”, promovido pelo Município de Guimarães e Tempo Livre, conta com a participação de especialistas europeus, onde foram abordados  temas como “Active Cities – um projeto global para cidades ativas”, “Cidades cicláveis”, “Transformar cidades em Active Cities: uma perspetiva europeia” e “Mais do que um clube desportivo”, reunindo preletores oriundos do Reino Unido (Liverpool Active City, Everton FC e Bikeability Trust), França (PACTE Project) e Grécia (EVALEO) para a partilha de experiências.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo