Ambiente

“Taipas a Florir” – um projeto comunitário de preservação dos espaços verdes

Projeto “Taipas a Florir” foi apresentado na Junta de Freguesia de Caldelas

A apresentação do projeto de base comunitária em prol da preservação dos espaços verdes da freguesia contou com a presença de Domingos Bragança, Presidente da Câmara.
Juntem-se as vontades dos poderes públicos e dos cidadãos em prol da preservação dos espaços verdes na Vila das Taipas e a partir daí faça-se nascer o “Taipas a Florir”. Trata-se de um projeto de base comunitária que envolve associações, empresas, instituições diversas, cidadãos, Brigada Verde das Caldas das Taipas e poder local (Junta de Freguesia e Câmara Municipal). Já há ano e meio que tem vindo a ser trabalhado, mas, formalmente, foi hoje, ao início da manhã, apresentado na Junta de Freguesia de Caldelas.
“Parabéns por este projeto”, foram as primeiras palavras do Presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, que marcou presença da apresentação para demonstrar o seu apoio incondicional a um projeto de base cidadã que está alinhado com a causa da sustentabilidade ambiental e com a preservação e valorização do espaço público.

O projeto “Taipas a Florir” pretende ser catalisador de dinâmicas que recuperem os espaços verdes da Vila das Taipas, através da criação de condições para que os cidadãos, as instituições e as empresas possam tratar dos espaços envolventes das suas instalações ou, no caso de particulares, dos jardins e espaço verdes das suas casas. . Esta transformação do espaço público com base em princípios ecológicos é a materialização de um conceito abstrato que só faz sentido quando passado à prática.

O Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, referia os méritos desta intervenção, que pretende transformar as entradas da vila através da requalificação paisagística das rotundas. “Não há uma segunda oportunidade para causar uma primeira boa impressão, motivo pelo qual já começamos a trabalhar neste plano”, referiu. A primeira das rotundas já sofreu intervenção.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo