Um momento que ficou registado pelas câmaras da SIC e da RTP e que mostraram a deputada e o seu assessor escoltados por um GNR, sem farda, que chega mesmo a tentar afastar os jornalistas da deputada, tanto com gestos como com palavras. O assessor sublinha que a “cultura de trabalho” de Joacine Katar Moreira é uma “cultura de descanso, no sentido intelectual do termo” e que se a pressão mediática continuar, poderá voltar a pedir-se que seguranças afastem os jornalistas da deputada: “não haverá outra forma”.