Braga

Projeto pastoral põe jovens de Braga e Guimarães a escrever postal de natal a reclusos

Partilhe esta notícia!

Aproximar os jovens das pessoas privadas de liberdade que se encontram nos Estabelecimentos Prisionais de Braga e Guimarães é o mote da Pastoral Penitenciária de Braga através do projecto ‘Um postal, uma esperança’. O objectivo é promover a correspondência escrita entre jovens e reclusos, por altura da época natalícia. Cada jovem é convidado a escrever um postal de Natal a um recluso.

A pastoral penitenciaria fornece os postais e o respectivo envelope, que foram doados pela Associação Portuguesa Amigos de Raoul Follereau (APARF).
Grupos de jovens formais ou informais, catequistas, catequizandos, associações juvenis agrupamentos de Escuteiros, professores, alunos ou outros cidadãos a título pessoal podem participar neste projecto, bastando para isso entrar em contacto com a Pastoral Penitenciária de Braga.
Este projecto é desenvolvido há cinco anos nos Estabelecimentos Prisionais de Braga e Guimarães com a designação ‘Correio da Esperança’. Na noite de consoada são distribuídas mais de 200 cartas ou postais aos reclusos.

Comentários

topo