Desporto

Treinador do Bolonha com cancro chora depois de surpresa dos jogadores

Partilhe esta notícia!

Sinisa Mihajlovic não falava em conferência de imprensa pelo Bolonha desde junho. Depois de duas rondas de quimioterapia e transplante de medula, o treinador voltou a encontrar os jornalistas, junto a médicos do hospital Sant’Orsola, mas quando ia começar a falar, foi surpreendido pelos jogadores.

«Mas não deviam estar no campo? Estão sempre a surpreender-me, fazem de tudo para não se treinar…», brincou.

 

O capitão Blerim Dzemaili falou, então, primeiro: «Dizer que sentimos a sua falta é dizer pouco. Estamos muito contentes que tenha voltado e esteja de novo connosco.»

“Os últimos quatro meses foram duros, mas sou forte, ainda cá estou. A última vez que falei foi a 13 de julho, para vos comunicar a minha doença. Mas agora quero falar da minha saúde e agradeço a todos, médicos, enfermeiros, todos os anjos da guarda que me ajudaram. Os adeptos do Bolonha, que me trataram como um filho. Não posso dizer todos, estou farto de chorar”, disse, vestindo as cores do Bolonha aos jornalistas.

 

«Espero sair disto um homem melhor. Na minha vida anterior a paciência não era o meu forte, agora é uma virtude que devo ter para aproveitar cada minuto», referiu ainda.

Comentários

topo