Destaque

Condutor mata cadela dos Bombeiros de Santo Tirso e foge

Partilhe esta notícia!

Quando o alarme de emergência soava no quartel dos bombeiros de Santo Tirso, Sirene começava a ladrar. Desde terça-feira, impera o silêncio na corporação. A cadela morreu atropelada numa passadeira da Rua dos Fontiscos, em Santo Tirso. Foi sepultada no terreno da casa onde cresceu: o quartel dos bombeiros.

“Sirene”, como carinhosamente era chamada, ladrava sempre que o alarme de emergência soava. Esta semana foi trágoca para a para a corporação dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso. A cadela foi atropelada ao final da tarde, numa passadeira na Rua de Fontiscos enquanto passeava. O condutor colocou-se em fuga após o sinistro, sem prestar qualquer socorro ao animal.

“Hoje perdemos a nossa “Sirene”! Foi atropelada na via pública, tendo fugido do local o veículo envolvido, deixando a cadela abandonada, sem socorro”, pode ler-se no facebook dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso.

A cadelinha acabou por falecer ontem, devido a lesões graves.

Comentários

topo