Cultura

Santa Luzia venerada em Vila Verde. Oração, mel, figos, frutos secos e doces

Partilhe esta notícia!

Hoje, na Capela de Santo António, que se localiza no centro de Vila Verde, festeja-se o dia de Santa Luzia. Este dia inicia-se com a celebração da Eucaristia à qual se sucedem diversas manifestações de devoção por esta Santa que, no dizer do povo, é a advogada dos olhos.
Os fiéis beijam a imagem da Santa e oferecem donativos que podem ser objetos pessoais, como óculos e fotografias ou imagens em cera geralmente representando o rosto humano. É também um hábito passar um lenço branco pelo rosto da Santa, que, de seguida cada um passa pelos seus próprios olhos.

Junto à Capela decorre uma pequena feira que se carateriza pela venda de produtos agrícolas, em especial os relacionados com a época natalícia: doces tradicionais, figos e outros frutos secos. Importante é também a venda e troca de mel de que decorre actualmente o nome da feira: Feira do Mel ou de Santa Luzia.

Esta festividade, que é sentida em toda a vila, é conhecida desde 1706 e, de acordo com as Memórias Paroquiais, chegou a ser considerada uma das mais importantes do concelho com duração de dois dias.

 

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

(c) Luis Ribeiro / SemanárioV

Comentários

topo