Curiosidades

Atraso na entrega das encomendas é o foco das queixas relativas à Black Friday. E a sua qual é?

Partilhe esta notícia!

Entre 16 de novembro e 15 de dezembro de 2019, foram registadas 1357 reclamações na categoria correio postal e expresso. CTT lideram queixas. Reclamações por alteração de preço: 58% dos consumidores obteve tratamento e solução.

As reclamações relativas  Black Friday j no são novidade. No entanto, este ano, os dados do Portal da Queixa, a maior rede social de consumidores de Portugal, permitiram concluir que, apesar de o número de reclamações ter aumentado 51% face a 2018, as marcas tentaram agir da melhor forma e 58% dos consumidores obteve tratamento e solução às reclamações apresentadas.

A analise da equipa do Portal da Queixa identificou ainda que o principal problema da Black Friday foi o atraso na entrega das encomendas, verificando-se um aumento de 61% das reclamações. Entre 16 de novembro e 15 de dezembro de 2019, foram recebidas 1357 reclamações na categoria correio Postal e Expresso. Já em 2018, foram apenas 842 reclamações. Os dados estatísticos apontam para falhas tanto nas entregas como na dificuldade de os consumidores obterem respostas por parte dos centros de apoio ao cliente. As empresas de entregas de encomendas que registaram um maior número de reclamações foram os CTT (418), os CTT Expresso (369 ) e a DPD Group (167).

Comentários

topo