Vila Verde

Márcio Costa. De Vila Verde para o Congo a realizar sonhos de crianças

Márcio Costa falou em exclusivo ao Semanário V e deu a conhecer o seu percurso na área da solidariedade, neste caso, em relação à associação que criou quando a vida o levou até ao Congo para trabalhar. Esta associação tem como principal objetivo a angariação de fundos para ajudar quem mais precisa, roupas, brinquedos e bens essenciais para as populações mais pobres.
Tentamos perceber melhor o trabalho desta associação e do seu fundador, o vila-verdense Márcio Costa.

Quem é o Márcio Costa fundador da Help Africa – Congo?

“Sou de Vila Verde, tenho 29 anos.  Com 23 anos até aos meus 27, ou seja durante 4 anos, estive no Congo, a trabalhar, onde aproveitei e fundei uma associação “Help Africa – Congo” visto deparar-me todos os dias com situações que pareciam saídas de documentários e, até essa data, irreais para mim”.

(c) DR

Qual o objetivo da associação?

Quando criei a associação o objetivo era óbvio:  juntar dinheiro, roupas e brinquedos para os ajudar. Roupas e brinquedos era um desafio logístico enorme e nem sempre viável, não podia aceitar tudo que me davam, dinheiro provocava desconfiança nas pessoas.

Campanha t-shirt para ajudar crianças na escola. Como definiu a campanha?

Com alguns entreves legais devido aos fundos e logística das doações, criei umas t-shirts que vendi a preço simbólico de 5€ aos meus amigos e consegui dinheiro suficiente para ajudar 1500 crianças com kit’s escolares, dado por mim às próprias crianças. Com estes fundos ajudei um orfanato, o que permitiu fazer um WC que tanto fazia falta (tomavam banho de bacia e faziam as necessidades no jardim juntamente com os animais).

Novo desafio será ajudar crianças em Marrocos e Argélia. Qual o seu plano?

No início do próximo ano irei pela primeira vez a Marrocos de Land Rover, e pensei: agora as pessoas podem dar-me brinquedos e roupas visto ter espaço que chegue e sobre no Land Rover e faço uma doação no interior de Marrocos, junto da fronteira com a Argélia que é onde eles mais precisam.
E por isso mesmo, comecei a angariar doações de brinquedos, roupas e material escolar para levar para os meninos marroquinos. Já tenho algum material doado e conto ter o suficiente para, antes disso, este mês ou no próximo ir a alguma instituição portuguesa também fazer uma doação.

Ainda aceita doações? Como podem ser feitas as doações?

Toda a ajuda é pouca, quantos mais ajudamos mais queremos ajudar e parece que nos tornamos pequenos debaixo de tanta miséria e pobreza neste mundo, não a pobreza que estamos habituados! Pobreza séria. As pessoas podem-me contactar através da página oficial da associação https://www.facebook.com/help.africa.congo/
Através de mensagem ou dos contactos disponíveis podem fazer a sua doação. Através da página podem encontrar um IBAN para ajudar monetariamente e contactando por comentário ou mensagem na página poderão fazer a doação de brinquedos e roupa pessoalmente a mim próprio ou ao grupo de jovens Shalom de Vila Verde.

(c) DR

 

Agradecimentos

“As primeiras roupinhas e brinquedos para ajudar as crianças, já chegaram. Obrigado a quem ajudou e a quem já manifestou interesse ajudar, nem que seja apenas com uma partilha desta página.
Um bem-haja” pode ler-se nas redes sociais da associação. Neste natal o espírito solidário aumenta as doações, e esta é uma associação de pessoas próximas da realidade da pobreza.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo