Destaque

União das Misericórdias Portuguesas distinguida por intervenção com idosos

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) foi distinguida na IX edição dos Prémios Lares, na categoria de “Modelo de Intervenção Europeu”, pelo trabalho desenvolvido pelas Misericórdias, a nível nacional, na área do envelhecimento.

Promovido pela instituição espanhola LARES – Compromiso y Solidaridad con la persona, o prémio foi atribuído à UMP pelo apoio prestado pelas Misericórdias à população idosa, em situação de dependência ou risco de exclusão social. Foi ainda destacado o contributo das Misericórdias portuguesas na Rede Nacional de Cuidados Continuados, cuidados de saúde agudos, cuidados paliativos e apoio a pessoas com demência, que assenta num modelo de intervenção baseado no compromisso de bem-fazer, paixão e compaixão.

Para o presidente da UMP, Manuel de Lemos, o trabalho realizado pela equipa liderada por Manuel Caldas de Almeida “honra toda a UMP e é o resultado do trabalho de qualidade que vimos a desenvolver”. “É importante que se aposta no desenvolvimento de políticas de intervenção social que contribuam para um apoio abrangente à população idosa e que lhes assegure um envelhecimento com qualidade”, reforça.

A atribuição deste prémio à UMP lançou as bases para uma futura parceria entre a União das Misericórdias e a LARES, em áreas como alimentação, medicina, bioética, recursos humanos e demências poderão ser tema de partilha entre as duas instituições.

Recentemente a UMP foi também distinguida com duas menções honrosas, na 8ª edição do Prémio Saúde Sustentável, pelo trabalho desenvolvido na Unidade de Cuidados Continuados (UCC) Bento XVI, em Fátima, e pelo grupo de farmacêuticos, que apoia UCC de dezenas de Misericórdias, em todo o país.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo