Seis pessoas morreram e 19 ficaram feridas com gravidade nos mais de 1.500 acidentes registados pela GNR durante a operação “Natal e Ano Novo”, que começou na sexta-feira e se prolonga até 5 de janeiro.

Os dados da GNR relativos a esta operação, fornecidos à Lusa e atualizados às 7h00, indicam que foram registados 1.520 acidentes, com seis mortos, 19 feridos graves e 381 ligeiros. Na fiscalização rodoviária a GNR contabiliza mais de 25.000 condutores fiscalizados, com 6.771 contraordenações.

Desde o início da operação “Natal e Ano Novo”, a GNR fez ainda mais de 22.000 testes de álcool aos condutores fiscalizados, levantando 287 contraordenações e registando 146 casos considerados crime (taxa de álcool de valor igual ou superior a 1,2 g/l).

Foram detetados 2.654 casos de excesso de velocidade, 136 casos em que não estavam a ser usados os cintos de segurança ou cadeirinhas para crianças. Foram ainda autuados 220 condutores por uso de telemóvel durante a condução.