Curiosidades

Mulher que agrediu juíza no tribunal de Matosinhos fica em prisão preventiva

A mulher que agrediu duas magistradas do Tribunal de Família e Menores de Matosinhos, esta quarta-feira, ficou em prisão preventiva. A medida de coação foi decretada por um juiz de instrução criminal.

A mulher está indiciada pela prática de três crimes, um de coação contra órgão constitucional e dois crimes de ofensas à integridade física qualificada.

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo