Curiosidades

Esperança. Descoberta célula que poderá tratar todos os tipos de cancro

Um grupo de investigadores da Universidade de Cardiff, no País de Gales, encontrou um novo tipo da “Célula T” – responsável pela defesa do organismo contra ameaças desconhecidas, como vírus e bactérias – que poderá atacar e destruir a grande maioria dos vários tipos de cancro. As descobertas foram publicadas na revista científica Nature Immunology e ainda não foram testados em doentes.

Os cientistas encontraram uma célula no sangue das pessoas que pode avaliar se existe uma ameaça a ser eliminada. Esta nova célula imune suporta um recetor que age como um gancho, que se agarra à maioria dos cancros ao mesmo tempo que ignora as células saudáveis.A equipa de investigadores descobriu que este novo tipo de célula T pode encontrar e matar uma grande diversidade de células cancerígenas, incluindo as presentes no cancro do pulmão, pele, sangue, mama, osso, próstata, ovário, rim e colo do útero.

Células T e a imunoterapia
As terapias das células T contra o cancro já existem e o desenvolvimento da imunoterapia contra a doença foi um dos mais importantes avanços neste campo. Os tratamentos, conhecidos como CAR-T ou TCR-T, envolvem a retirada de células imunes de um doente, que posteriormente são alteradas para que possam prender-se às moléculas que ficam na superfície das células cancerígenas, avançou a RTP em reportagem.
No entanto, os tratamentos até agora realizados apenas são úteis em algumas formas de leucemia e não resultam nos tumores sólidos, que são a maioria dos cancros. Quando injetaram novas células num rato portador de cancro e com um sistema imunológico humano, os cientistas encontraram resultados “encorajadores para a eliminação do cancro”.
Partilhe esta notícia!

Comentários

topo