Opinião

Opinião. Sorrisos feitos de estrelas – mudar o mundo com a medicina

“Não basta ter sido bom quando deixar o mundo. É preciso deixar um mundo melhor.”, Bertolt Brecht

É nas crianças que mais encontramos sorrisos puros. E muitas vezes, vemo-los com muita frequência nas crianças que sofreram, que passaram por problemas graves de saúde. O sorriso de quem já viveu muitos momentos maus e escolheu acreditar. O sorriso de quem sonha todos os dias e vê o mundo pelo que tem de bom e olha para o futuro como um lugar feliz.

Se queres mudar o mundo começa por fazer a tua cama, disse William H. McCraven, numa intervenção célebre dirigida a jovens talentos, ansiosos por provar o seu valor. E, embora possa parecer estranha, esta frase tem uma ligação profunda com o legado que os médicos e todos os que trabalham em saúde podem deixar às pessoas de quem cuidam.

O mundo, na medicina, muda todos os dias em tudo o que fazemos, em todos os gestos que temos com aqueles de quem cuidamos e com todos os que trabalham connosco.

O mundo, na medicina, cria-se todos os dias. Nas pequenas escolhas e nos grandes projetos. Porque é a escolha e a vontade de quem todos os dias dá o seu melhor que permite criar um projeto que mude a vida de muitas pessoas.

Esta é, por isso, a mudança que se impõe naquilo que fazemos. Permitir que a medicina crie sorrisos puros, não só nas crianças, mas também nos adultos, doentes e profissionais. Porque cuidar de quem está frágil será, talvez, a mais nobre as atividades que a humanidade escolheu tomar como sua.

Quando dizemos que queremos uma saúde próxima das pessoas não podemos nunca esquecer que ela feita por todos nós. Que todos somos protagonistas na contruação da proximidade entre quem cuida e quem é cuidado. Podemos mudar o mundo, uma pessoa de cada vez. Um sorriso de cada vez.  Podemos criar os projetos com as pessoas e para as pessoas, tornando a medicina um legado de humanismo que podemos deixar a quem vem depois de nós.

Temos, inevitavelmente, de criar sorrisos feitos de estrelas. Porque são estes que nos vão dar uma nova medicina, um novo olhar para o mundo. E que nos vão permitir deixar um mundo melhor.

 

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo