Braga

Braga. Casal de namorados acusado de esfaquear familiares em casa

O caso remonta ao dia 9 de junho de 2019, quando o arguido e a arguida, motivados pelo facto do irmão da arguida lhe ter partido o telemóvel, deslocaram-se para a residência das vítimas, em Braga, munidos de uma faca com cerca de 30 centímetros.

Em nota publicada a Procuradoria-Geral Distrital do Porto comunica que a arguida vai ainda responder por um crime de dano e um crime de ofensa à integridade física. O Ministério Público considerou indiciado que entre arguida e arguido existia um relacionamento amoroso e que ambos mantinham desavença que os opunha ao irmão do arguido e à mulher deste.

Refere ainda a acusação que, conseguindo a ofendida fugir e refugiar-se em casa, a arguida “virou-se” ao ofendido que estava a ser agredido pelo arguido e desferiu-lhe “vários golpes” com a faca, no abdómen, na cabeça e junto à virilha direita, “só não lhe causando a morte por ter sido prontamente socorrido”.

 

 

(c) FAS / Semanário V

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo