Destaque

País. PSP evita roubo “à Hollywood” a veículo de transporte de valores

Partilhe esta notícia!

A Polícia de Segurança Pública (PSP) através da Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial do Seixal, evitou ontem (23) um assalto a uma carrinha de transporte de valores.

Segundo a PSP “polícias da Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial do Seixal, detiveram em flagrante delito dois cidadãos, por suspeita de se preparem para executar um roubo a veículo de transporte de valores.”

Os vigilantes que efectuavam o transporte de valores e carregamentos de ATM’s, aperceberam-se do comportamento suspeito de duas viaturas que os seguiam: um motociclo e um veículo automóvel. “No cumprimento das medidas preventivas de segurança a carrinhas de transporte de valores, contactaram o Centro de Comando e Controlo da PSP dando conta da situação”, adianta ainda a PSP.


De imediato, foi accionada a brigada de prevenção criminal da Esquadra de Investigação Criminal do Seixal, que após contacto com os vigilantes e descrição fornecida sobre os veículos suspeitos que vinham a perseguir a carrinha de valores.

O motociclo e o seu condutor, foi localizado quase de imediato, de seguida foi também interceptado o veículo automóvel.

“A cuidada atenção dos vigilantes e a rápida intervenção desta Polícia permitiu concretizar as detenções, impedindo-se a concretização de um roubo com arma de fogo”, diz a PSP.

Aos detidos foram apreendidos uma viatura de marca Mercedes, modelo A180, um motociclo de marca Kawasaki (furtada no Concelho de Lisboa), um Revolver de marca “Astra” de calibre .38 municiado e carregado com seis munições, 42 doses individuais de MDMA, 563,79 Euros em numerário, dois telemóveis, dois capacetes, um par de luvas, uma  arma branca, duas armas de ar comprimido, uma pistola de fulminantes, uma arma de alarme e 51 munições.

Os suspeitos estão indiciados pelos crimes de roubo qualificado na forma tentada, tráfico de produtos estupefaciente, detenção de arma proibida, furto e uso de veículo e condução sem habilitação legal.

Comentários

topo