Braga

Braga. UMinho e ICVS desenvolvem tratamento inovador contra cancro da bexiga

Partilhe esta notícia!

A Escola de Medicina da Universidade do Minho e o ICVS – Instituto de Investigação em Ciências da Vida e da Saúde estão a desenvolver um novo tratamento para o cancro da bexiga.

Actualmente, já é o quarto tumor mais frequente em Portugal, tendo maior incidência no sexo masculino. Em termos de custos para os sistemas de saúde é o que tem mais impacto, sendo que tem uma taxa de reincidência superior a 50%, avanca a RUM.

A investigadora Julieta Afonso, responsável pelo desenvolvimento de um tratamento baseado em imunoterapia, em declarações à RUM. Este trabalho já saiu na Nature Reviews Urology.

O tratamento passa por “inibir as vias metabólicas da glicose nas células malignas de modo a que as células do sistema imunitário consigam combater o tumor com a ajuda da imunoterapia”, diz a investigadora à RUM.

Mais informações aqui 

Comentários

topo