Destaque

Justiça bloqueia conta solidária da bebé Eva. Família e amigos revoltados

Partilhe esta notícia!

A família da pequena Eva viu o pedido feito ao Ministério da Administração Interna (MAI), sob figura jurídica do estado de necessidade, recusado, para que este organismo prescinda dos bloqueios constantes da conta da Eva que recebe donativos.

O advogado em declarações ao Jornal de Notícias revela que o MAI respondeu de forma curta e grosseira, falando em “apenas 7 dias de direito a peditório”.

Este procedimento aumenta a burocracia e atrasa todos os donativos pois a conta é bloqueada a cada 7 dias.

A família pede ajuda e fala no direito à vida que está escrito na constituição.

Em atualização

Comentários

topo