Braga

País. Vieira, Pinto da Costa, Jorge Mendes e Salvador suspeitos de fraude

De acordo com o que avança a revista ‘Sábado’, o Ministério Público e a Autoridade Tributária têm cinco megainquéritos abertos por suspeitas de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais. Entre os suspeitos estão Luís Filipe Vieira, Pinto da Costa e António Salvador, presidentes de Benfica, FC Porto e SC Braga, respetivamente.

O futebol português volta a ser notícia fora das quatro linhas e, desta feita, com a suspeita a recair entre vários presidentes dos clubes mais mediáticos por suspeita de fraude e lavagem de dinheiro, numa grande operação realizada pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), que delegou funções para a Direção de Serviços de Investigação da Fraude e Acções Especiais (DSIFAE). Nos processos que estão sob investigação, de acordo com a ‘Sábado’, estão envolvidos empresários, entre os quais Jorge Mendes, jogadores de futebol e algumas empresas, sendo que o caso mais avançado diz respeito a Pinto da Costa e terá resultado na fusão de oito inquéritos iniciados em 2017/18.

Sobre as suspeitas, o FC Porto e Pinto da Costa já reagiram, mostrando-se disponíveis para prestar esclarecimentos nas entidades competentes.

Neste suposto esquema, a justiça tenta perceber se é real ou não a existência de contratos fictícios nas transferências de jogadores por forma a evitar fugas ao pagamento de IVA e de IRS, tal como contribuições para a Segurança Social.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo