Destaque

“Provedor do Doente”. IPO Porto cria entidade para facilitar a articulação com o doente

A Provedoria do Doente, órgão consultivo inovador na organização e decisão dos cuidados de saúde na área da oncologia tem a missão de “facilitar a articulação com os doentes no que se refere às suas expetativas quanto aos respetivos cuidados de saúde e promover o exercício dos seus direitos e deveres”, explica Rui Henrique, Presidente do Conselho de Administração.

Este órgão proporcionará atendimento presencial ao doente, todas as semanas, exceto no mês de agosto. Às segundas-feiras (segunda e quarta semanas do mês) entre as 09h00 e as 10h00. Às quintas-feiras (primeira e terceira semanas) entre as 12h30 e as 13h30.

O objetivo desta provedoria é ouvir o doente, desenvolver mecanismos facilitadores de comunicação, encorajá-lo a participar ativamente na sua vivência enquanto utilizador dos serviços disponíveis, partilhando experiências, necessidades ou sugestões de melhoria. Trata-se de um órgão de aconselhamento do Conselho de Administração com uma dinâmica própria e que se pretende que tenha impacto nas decisões que impliquem alterações na organização dos cuidados de saúde.

A Provedoria do Doente é composta duas mulheres, pacientes do Instituto Português de Oncologia do Porto, que vão ser as primeiras provedoras do doente, designadas por três anos, que assumem o compromisso de manifestar junto do Conselho de Administração as preocupações relativas à organização dos cuidados de saúde dos doentes.

A cerimónia de assinatura da carta de compromisso ocorreu dia 4 de fevereiro, às 15h30, no IPO Porto.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo