Curiosidades País

Cidadãos lançam petição: “Pelas Obras na Urgência e Centro Oncológico no Hospital de Viseu”

(c) DR
Escrito por Joaquim Ribeiro

Na petição pública lançada pode ler-se que “O Centro Hospitalar Tondela Viseu, serve hoje toda a região interior centro do país, que abrange mais de 500 mil habitantes e que se estende e ultrapassa o distrito de Viseu, incluindo a Unidade Local de Saúde da Guarda, Aguiar da Beira, três concelhos do Agrupamento de Centros de Saúde Douro-Sul e o Agrupamento de Centros de Saúde Dão Lafões, num raio de mais de oitenta quilómetros.
Ao Serviço de Urgência Geral sediado no Hospital de S. Teotónio, acorrem diariamente doentes urgentes desta vasta região e nele passam horas incontáveis para serem socorridos, muitas vezes em situação de enorme fragilidade, atendimento que deveria ser prestado de forma célere e em condições de dignidade e conforto, quer para o doente, quer para os profissionais. Há décadas que são exigidas ao poder central obras de beneficiação e alargamento. Esta questão tem-se arrastado, sem que nada tenha sido feito para alterar a situação que permitisse aos habitantes deste interior esquecido terem as mesmas condições de acesso à saúde que são oferecidas às regiões com maior visibilidade e desenvolvimento. Viseu e esta vasta região merece uma discriminação positiva para poder fixar os seus habitantes, crescer e desenvolver-se.

Também o Centro Oncológico, prometido há muito, não passa hoje de uma já gasta placa colocada, e escondida, no meio de altas ervas e de carros estacionados! Os nossos doentes não têm condições no Hospital de Dia Oncológico que já há muito não tem capacidade para acolher quem sofre. Para realizarem radioterapia continuam e ter de atravessar o malcuidado IP3 ou então Vila Real! Par realizar este tratamento de minutos gastam-se horas e dias inteiros! Do sonho da equidade no tratamento, depressa se passou ao pesadelo e à desilusão. Esquecimento é uma palavra repetida e “esquecer” é o verbo conjugado em todas as pessoas que aqui vivem e sobrevivem. Mais uma vez este Serviço, cada vez mais necessário e urgente foi deixado para as “calendas gregas”. Vamos continuar a “comer e calar”?

Sucessivos recuos

Com sucessivos avanços e recuos e o imobilismo dos que têm governados o país, Viseu e a sua vasta região continua a ser “filho de um deus menor” e tem um Hospital Central que cada vez o é menos! É hora de dizer BASTA! É tempo de mostrar quantos somos e o que valemos. Chegou o momento de exigir OBRA e deixarmos de acreditar em promessas. Chegou a hora de mostrarmos a força de sermos Beirões e de exigirmos aquilo a que temos direito – O DIREITO À SAÚDE.

Liga de Amigos e Voluntariado do Centro Hospitalar Tondela Viseu. “Associação de Defesa dos Utentes da Saúde”

Pode assinar a petição clicando aqui

Comentários

Acerca do autor

Joaquim Ribeiro

Deixar um comentário