Destaque

Coucieiro. 21 anos depois paira o mistério da morte das três irmãs

Volvidos 21 anos do trágico e misterioso assassinato de três irmãs na freguesia de Coucieiro, em Vila Verde, a dúvida permanece. Não foram achados quaisquer culpados do crime que vitimou Ester (70 anos), Rosa (71 anos) e Maria Olívia (65 anos), dentro da casa onde funcionava uma tasquinha, na fronteira entre Coucieiro e Sande.

O caso remonta a 31 de janeiro de 1999, e terá acontecido durante a hora da missa, a um domingo, com as três irmãs a serem violentamente assassinadas com objetos de ferro, naquilo que parece ter sido um ato de vingança ou apenas violência gratuita, uma vez que não roubaram ouro nem jóias.

O alerta foi dado por Fernando Malheiro, que acompanhado de outras vizinhas, se apercebeu do corpo de Maria Olívia, encostado à porta principal, no interior da casa.

Olívia e Rosa ainda estavam vivas. Ester, estava na cama, morreu no local. Os criminoso usaram utensílios que estavam dentro da própria casa para desferir vários golpes na idosa, que tinha registo de pelo menos nove facadas. A Rosa resistiu uma semana em coma acabando por falecer.

Sem suspeitos em concreto

A Polícia Judiciária fez uma investigação exaustiva, falando com familiares que poderiam ter algum interesse em adquirir a casa das mulheres, mas não chegou a qualquer conclusão. Sem qualquer indício ou pista, o caso acabou por prescrever em 2014, podendo no entanto ser reaberto caso surjam novas evidências.

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo