Destaque

Divulgadas imagens dos 18 cães subnutridos do toureiro João Moura

Partilhe esta notícia!

A detenção do cavaleiro surgiu depois de uma denúncia anónima que originou uma investigação por parte do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR.

O cavaleiro João Moura foi detido, por suspeitas do crime de maus tratos a animais de companhia.

Ao todo foram retirados 18 cães da quinta de João Moura. Os cães apreendidos pela GNR de Monforte apresentavam sinais de maus-tratos, como magreza extrema e “alguns tinham doenças como leishmaniose”.

Fonte da GNR adiantou que a detenção ocorreu no seguimento de uma investigação realizada pelo Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA). Segundo a fonte da guarda, “houve um auto de notícia elaborado pela GNR, há algumas semanas, que originou um processo-crime que está na fase de inquérito”.

O Ministério Público delegou na GNR a elaboração do inquérito e, no âmbito das diligências de investigação que foram desenvolvidas, o MP “propôs o mandado de busca na propriedade do visado, em Monforte”acrescentou a mesma fonte. João Moura foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência, tendo sido interrogado esta quarta-feira à tarde, no âmbito do inquérito, por um procurador do Ministério Público no Tribunal de Portalegre, segundo a mesma fonte.

 

Comentários

topo