Curiosidades

Domingo gordo. Dia do cozido à portuguesa e papas de sarrabulho

O Domingo Gordo é uma data móvel que celebra-se no domingo que antecede o Carnaval, que também é conhecido como terça-feira gorda. Ambos são dias de mesa farta.

Origem do Domingo Gordo

Na sua origem, a palavra carnaval significa “adeus, carne”. No dia seguinte, a “Quarta-Feira de Cinzas” marca o início da Quaresma e da abstinência para os católicos que é sua característica.

Assim, a terça-feira de carnaval e o domingo que antecede a Quaresma são dias gordos, de excessos, onde se comem diversas iguarias de carne, em contraste com os dias magros ou dias de peixe típicos da Quaresma.

Por isso, o antigo dito “No entrudo, come-se tudo”.

Tradições gastronómicas do “Domingo Gordo”

O carnaval é uma época de folia e de excessos, e à mesa não é diferente. É tradição no Domingo Gordo comer “pratos pesados” como o cozido à portuguesa, a feijoada e as papas de sarrabulho.

Em tempos antigos, com a matança do porco por alturas de Natal, as carnes mais gordas eram cuidadosamente guardadas e salgadas pelas famílias para serem saboreadas neste dia. Orelhas, focinho, chispes e caudas eram as partes do porco degustadas apenas no “Domingo Gordo”.

Queijos, chouriços e presuntos são outros prazeres gastronómicos permitidos por tradição neste dia gordo, a acompanhar com vinho.

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo