Destaque

Jovem agredida na rua pelo pai ao tentar defender a mãe. Denunciou-o à polícia

Jovem, Tatiana, não revela a sua residência por questões de segurança, mas nas redes sociais faz um depoimento onde conta toda a história.

Na sua rede twitter revela que: “Estou neste momento a encaminhar-me para um hospital porque fui agredida pelo meu pai no meio da rua, à porta de casa. Bateu-me na cara, apertou-me o pescoço e mandou-me ao chão. Isto tudo, após ter vindo para a nossa porta insultar a minha mãe que, com medo dele, foi para casa da minha madrinha (nossa vizinha também). A minha mãe esteve cerca de uma hora em casa dela e durante este tempo todo, ele esteve escondido a fazer-lhe uma espera.

Aliás, por isso mesmo, eu própria fui buscar a minha mãe, a pé, a casa da minha madrinha. Pensávamos que ele já tivesse ido. Não. Viu-nos a passar, veio ter connosco, impedindo a minha mãe de entrar em casa. Eu pedi-lhe inúmeras vezes que se fosse embora. Ele ignorou.

Procedendo, continuamente, a meter-se com a minha mãe. Continuei a pedir que se fosse embora. Ele começou a falar de forma agressiva à minha mãe. Berrei-lhe. E foi aí que tudo aconteceu. A minha mãe foi vítima de violência doméstica durante quase todo o casamento.

Tive testemunhas a assistir. Ligaram para a polícia. Portugal é lindo. Sabem o que é que a polícia fez? Nada. Disseram-me para vir ao hospital e que só assim podia fazer algo e apresentar queixa. Levei na cara, fui estrangulada e atirada ao chão…” revela a jovem.

O caso está entregue às autoridades.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo