Destaque

Opinião. Virá o Terras do Homem a tempo das Autárquicas 2021?

O jornal Terras do Homem, além de na sua versão em papel não ser visto em parte nenhuma, esteve ausente do mundo digital por cinco anos! Há cinco anos que este jornal não publicava absolutamente nada na sua página oficial de Facebook. Contudo, recebeu quase 20.000€ só o ano passado da autarquia vila-verdense.

No seu sítio de internet em terrasdohomem.pt, a publicação mais antiga é de 3 de fevereiro de 2020.

Na sua página de Facebook, vemos que entre 14 de abril de 2011 e 17 de fevereiro de 2020 houve apenas três publicações. Em praticamente nove anos publicaram três notícias nesta rede social.

Vila Verde “investe” quase 20 mil euros em 2019 neste jornal

A Terraimagem, empresa proprietária do jornal Terras do Homem, recebeu da Câmara de Vila Verde, só no ano de 2019, 19.078,65€. Qualquer coisa como 1.600 euros por mês!

Ligações ao PSD de Vila Verde

A sociedade pertence a dois sócios, com quotas diferentes: Zélia Raquel Pires Lopes (funcionária do Centro Social Vale do Homem) com 25% da sociedade e Filipe Alves Fernandes (primo do eurodeputado José Manuel Fernandes-PSD) com 75% da sociedade.

Emílio Rodrigues (irmão da vereadora Júlia Fernandes-PSD) está inscrito como “colaborador” no jornal. É, na opinião pública vila-verdense, o verdadeiro “dono” do jornal, pois foi ele que sempre “deu a cara” pela publicação periódica.

Jorge Pereira (PSD), presidente do Centro Social Vale do Homem, chegou a ser gerente da Terraimagem entre 2011 e 2013.

As ligações ao PSD são mais que evidentes. A pergunta que se coloca é: será que o jornal Terras do Homem ainda vem a tempo de fazer mossa nas eleições autárquicas do próximo ano? Senão, que motivação poderá estar por detrás deste ressurgimento?

Um órgão de comunicação social que não tem impacto relevante no meio que se insere, não é visto em circulação, em pleno século 21 esteve completamente ausente do mundo digital, consegue arrecadar 20 mil euros de cofres públicos em apenas um ano, e ninguém se interroga? Onde está a oposição em Vila Verde para levantar estas questões na Assembleia Municipal?

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo