Braga

À Conversa com… Rita Machado, Fotógrafa, Owner do Blog Ritissima e Founder da Laranja Tijolo

Conheci a Rita num evento recente, no qual as duas participamos. Gostei dela. Fui observando as suas redes e trabalho e ganhei vontade de lhe fazer perguntas. Convidei esta interlocutora para esta conversa por curiosidade, mas também pela admiração da sua enorme energia e forma de estar. Deixo aqui, para que no fim de leres, te apeteça, como a mim, continuar a ir ao seu encontro.

Andreia Santos: Olá Rita, obrigada por teres aceite o meu desafio.

Rita Machado: Olá Andreia, obrigada! Espero corresponder às expetativas.

A.S.: Com toda a certeza, sim! Como te descreverias em poucas palavras?

R.M.: Tenho 30 anos, a fazer 31 próximo sábado e vive em Guimarães. Sou uma pessoa entusiasta, até com as pequenas coisas, tenho uma personalidade forte, digo o que penso, sou exigente e teimosa claramente. Também me considero pragmática, amiga dos meus amigos e sou uma pessoa positiva, ainda algumas vezes insegura.

A.S.: Irei lembrar-me da data. (A sorrir). Não transmites insegurança, mas as outras características sim. Pareces-me de facto muito apaixonada. O que te apaixona em concreto?

R.M.: Sou uma pessoa entusiasta e positiva, por isso admiro as pequenas coisas da vida, um passeio, um café com os amigos, estar em família, aprender mais, ir a festivais, viajar. Tento apreciar e apaixonar-me por tudo o que me rodeia diariamente.

A.S.: Fala-me um bocadinho do teu percurso.

R.M.: O meu percurso foi atribulado nos meus primeiros anos após sair da faculdade. Escolhi um curso que nunca me deu emprego e que se calhar só agora e que começo a pôr em prática. Estudei no Instituto Politécnico da Guarda e essa experiência sem dúvida que me abriu horizontes no que toca a lidar com pessoas diferentes e deu-me o verdadeiro sentido de responsabilidade. Enquanto estagiava na Câmara Municipal de Guimarães, fui trabalhar a part-time para as caixas do Jumbo e foi nessa altura que criei o meu blog Ritissima Blog. Depois de algum tempo desempregada fui trabalhar para uma loja de roupa, onde a única coisa positiva que trouxe de lá foi uma das minhas melhores amigas e alguma aprendizagem na venda ao público. Logo a seguir fui para uma confeção têxtil, que se revelou a pior experiência de trabalho, mas onde aprendi muitos conhecimentos da produção de vestuário. O meu blog em  2015 tinha algum sucesso, fazia imensas parcerias e participava em alguns eventos. No final de algum tempo fui para uma empresa multinacional que criou a estabilidade financeira que desejava, 4 anos depois de ter saído do IPG, onde permaneço até aos dias de hoje. Pelo caminho fiz um curso de costura, que me trouxe muito conhecimento na criação de vestuário e onde conheci pessoas, que me ajudam hoje com um projecto. Em 2018 recebi um grande incentivo por parte do meu namorado para criar um projecto meu e é onde me encontro actualmente, no trabalho a full-time, na fotografia e no outro projecto que está quase a ser revelado ao mundo (risos).

A.S.: Bem o sei e estou ansiosa por isso. Voltando apenas um pouquinho atrás, o que te fez arriscar na fotografia?

R.M.: O gosto da fotografia apareceu quando em 2016 comprei a minha primeira câmara DSLR, queria tirar fotos com boa qualidade para o meu blog, que já tinha uns 4 anos. Ao longo do tempo e experiência fui percebendo que tinha algum jeito para tirar fotografias aos outros, mais até do que os outros tinham para me tiram a mim. (risos). Em julho de 2019 fez-se o clique na minha cabeça de que para as pessoas que se querem dedicar a criar bom conteúdo para as suas redes e ao mesmo tempo conseguir mais clientes e seguidores, a qualidade das fotografias é imprescindível. E foi aí que criei este projeto de Fotografia para Conteúdo Digital onde faço fotos de acordo com os objetivos e vibe da cliente, por um curto espaço de tempo e o prazo de entrega das fotos é rápido, 2 dias depois da sessão.

A.S.: Tens trabalhos fotográficos fantásticos, quem são as pessoas que habitualmente te procuram?

R.M.: Obrigada desde já pelo carinho. Atualmente trabalho com meninas influencers que tem projetos no Instagram e em blogues, que me contactam para tirarmos fotografias durante a sessão e depois ficam com o conteúdo para irem atualizando as redes sociais e respetivos blogues. Tenho trabalhado também com marcas e lojas, dentro da mesma vertente – conteúdo para partilhar nas rede sociais.

A.S.: Fala-me então agora do teu novo projeto. O que dirias a quem o quer conhecer em primeira mão?

R.M.: Este novo projeto é a realização de um sonho. Estou a criar a minha própria marca de roupa com detalhes muito especiais. Onde todo o processo é realizado por mim, desde a pesquisa de parceiros e fornecedores, à parte criativa e a recolha e análise das primeiras amostras.

A.S.: Hmmm… podes dar-me mais detalhes?

R.M.: Os principais detalhes que posso dar é que é uma marca muito vimaranense, atualmente todos os nossos fornecedores e a produção é feita em Guimarães, a minha cidade. E depois as peças serão em stock reduzido, seguindo a premissa do slow fashion, com peças originais e feitas à mão. Serão peças intemporais, de excelente qualidade no tecido e na construção.

A.S.: Gosto muito da ideia. Da Laranja Tijolo que está quase a chegar então. Já tem instagram (@laranjatijolo) e podemos ir espreitando.

R.M.: (Risos). Sim.

A.S.:   O que te inspira no dia a dia?

R.M.: A inspiração vem de muita pesquisa, do meu passado (peças que já usei que gostaria de repescar) e de uma cabeça que está sempre a fervilhar ideias. Depois sou fiel aos meus gostos, cada peça que crio tem de ser uma peça que eu usaria sem pensar duas vezes, só assim faz sentido para mim.

A.S.: Queres deixar uma sugestão para empreendedores?

R.M.: Ainda não me considero uma empreendedora, porque há um longo caminho a percorrer, mas, uma coisa que aprendi é que todas as frases clichés que lemos, fazem todas sentido em alguma parte do nosso caminho. E por isso é mesmo começar e nunca desistir. E se começar é difícil, ainda mais difícil é nunca desistir. Como tenho alguém que me diz, o importante é andar e nunca parar. Ah e paciência, temos de ter muita paciência, não podemos crer as coisas prontas para ontem.

A.S.: O que ainda te falta realizar? (Risos e a pensar que será tanta coisa tal o entusiasmo da Rita…)

R.M.: De momento desejo que a fotografia continue a dar frutos, porque gosto mesmo muito de fotografar e que a minha marca a LARANJA TIJOLO consiga alcançar bons resultados e que possa continuar a desenhar peças, a procurar tecidos e a ver crescer mais amostras porque isso deixa-me realmente feliz e realizada. O lançamento está para breve e por isso é ficar atento ao Instagram e Facebook (a rir e feliz).

A.S.: Não posso desejar-te senão essas conquistas e outras Rita, porque admiro a tua persistência e garra. Estarei atenta a esse caminho que me traz a mim inspiração. Obrigada pelo bocadinho de palavras trocadas aqui.

R.M.: Obrigada eu.

A.S.: Tudo de bom e até já.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo