Ambiente Destaque

José Morais defende encerramento imediato de escolas e infraestruturas municipais

Redação
Escrito por Redação

José Morais defende encerramento imediato de escolas, infraestruturas municipais e a suspensão de todas as atividades do município e apela ao sentido de responsabilidade de todos.

O vereador Socialista na Câmara de Vila Verde, José Morais defende medidas mais radicais no combate à propagação do Coronavírus.

Em nota enviada à redação do Semanário V, Morais diz que “não podemos entrar em pânico mas a situação obriga a agir com determinação e coragem. Defendo o encerramento imediato ao público dos complexos camarários e a suspensão das atividades da autarquia.”

Aconselha ainda algumas exceções: “fornecimento de serviços básicos: água, recolha de lixo e outros que se identifiquem como essenciais.”

“Sei que o que proponho não é simpático mas em situações de crise quem tem poder de decidir tem de ter a coragem de as tomar. Temos de ajudar a proteger os nossos munícipes e todos os funcionários da autarquia e seus familiares”, adianta.

José Morais mostra-se ainda disponível para colocar a luta partidária de lado com António Vilela: “se o presidente de câmara seguir estas medidas terá todo o meu apoio.”

Para além dos espaços municipais, o vereador socialista vai mais longe e afirma que “defendo o encerramento de todas as escolas e de todos os espaços públicos que favorecem aglomerações. Serenidade e responsabilidade civil é o que se pede a todos. Encerramento de serviços e de atividades não quer dizer irmos todos fazer férias. Quer, isso sim, dizer que todos se recolham o mais possível e que tenham comportamentos que evitem a propagação mais acelerada do vírus.”

A finalizar, José Morais apela à união de todos para ultrapassar esta situação de emergência. “As diferenças – políticas, religiosas, desportivas ou outras – não têm nenhuma importância nesta hora. Estamos todos no mesmo barco e devemos ser capazes de cuidarmos todos uns dos outros. O mundo não acaba se pararmos alguns dias, algumas semanas ou mesmo alguns meses. Com serenidade mas com determinação e sentido de responsabilidade de todos seremos capazes de ultrapassar este desafio”.

Câmara de Vila Verde aprovou Plano de Contingência Interna na terça-feira

O Município de Vila Verde aprovou, na passada terça-feira (10) um Plano de Contingência Interna que pretende estabelecer medidas que possam reduzir o impacto do novo coronavírus (COVID-19) junto dos funcionários e munícipes que utilizem os serviços municipais e, consequentemente, junto de toda a população vila-verdense e sociedade em geral.

O principal propósito deste plano é, segundo publicação do município, “dotar a Câmara Municipal de uma estratégia que vise assegurar a continuidade dos serviços municipais de forma eficaz e eficiente, salvaguardando sempre e em primeiro lugar a proteção e saúde das pessoas, reduzindo o risco de contaminação nos locais de trabalho e antecipando as eventuais medidas necessárias para manter a presença de colaboradores em todos os setores considerados essenciais para a continuidade da prestação do serviço público por parte da Câmara Municipal de Vila Verde.”

Partilhe esta notícia!

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação