O médico Bruno Arroja em declarações ao Jornal 2 da RTP, o médico diz que “acho muito trágico que o nosso Presidente da República tenha decidido esperar mais três dias. Aguardar mais três dias para tomar essa decisão. Uma decisão que sabem que tem de ser tomada. Nós sabemos que esta semana, provavelmente, iremos ter os primeiros doentes a falecer em Portugal”, referindo-se à quarentena obrigatória decisão que António Costa referiu que seria tomada por Marcelo Rebelo de Sousa.