Vila Verde

Vila Verde. 24 horas no Serviço de Atendimento Permanente do hospital da Santa Casa

“Nunca o lema do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) do Hospital da Misericórdia de Vila Verde fez tanto sentido como nos dias que correm”, revela o enfermeiro Mário Santos. O Semanário V esteve em conversa com o enfermeiro Mário Santos que nos falou do Covid-19 e como é que esta pandemia tem sido vivida no SAP da Santa Casa de Vila Verde.

Como estão a viver esta pandemia? 

O vírus é real, perigoso e assustador até, mas nada faz esmorecer a dedicação dos profissionais do do Serviço de Atendimento Permanente do Hospital da Misericórdia de Vila Verde.

Aumentaram a equipa para fazer face à pandemia? 

Quando em todos os outros lados se “corta” no número de profissionais, nós aumentamos, pela sua e pela nossa segurança. Os sorrisos, agora escondidos pelas máscaras mantêm-se. A proximidade que nos caracteriza foi substituída, temporariamente, pela distância que a segurança exige. Mas, apesar de todas as mudanças, nós somos os mesmo, dedicados, empáticos e profissionais. Desde o início deste surto que nos preparamos e nos reinventamos diariamente para continuar a prestar os serviços e cuidados de excelência que nos caracterizam e a que os nossos utentes se habituaram. Criamos circuitos separados para doentes suspeitos e não-suspeitos de Covid-19 para garantir a segurança de todos quantos de nós precisam.

A afluência aos SAP e Urgência diminuiu. Como entende este fenómeno?

As outras doenças não desapareceram, continuam por cá, mais silenciosas, mais despercebidas mas oportunistas e contundentes como sempre pelo que o estado de alerta dos profissionais mantém-se permanente. As fardas impermeáveis, quentes e húmidas, os óculos, as toucas e as máscaras marcam-nos o corpo, o medo marca-nos o espírito, mas a sensação de dever cumprido continua a marcar-nos a alma a cada turno que passa.
São tempos difíceis, estes que vivemos, mas nós continuamos cá por si, pelos seus e pelos nossos. Como sempre, 24h ao seu dispor!

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo