Curiosidades

Trabalhadores apelam encerramento de supermercados no 1.º de maio

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP) enviou uma carta aberta às empresas de Distribuição, super e hipermercados e cadeias especializadas, apelando a que encerrem os estabelecimentos comerciais no próximo dia 1 de maio, Dia do Trabalhador. “As empresas de distribuição, por serem consideradas essenciais no abastecimento de produtos de primeira necessidade à população, mantiveram-se sempre em funcionamento”, recorda o sindicato na carta.

“Aos trabalhadores destas empresas foi pedido que, apesar dos receios, do cansaço, do stress associado e dos problemas na conciliação com a vida pessoal e familiar, permanecessem ininterruptamente ao serviço”, aponta o documento, que recorda os dias de “muita afluência às lojas, rupturas de produtos em dias consecutivos” e outros motivos de cansaço acrescido a que os trabalhadores não deixaram de dizer presentes.”

Impedidos de fazer greve devido a estado de emergência, os representantes dos trabalhadores entendem “que é chegado o momento de toda esta dedicação dos trabalhadores ser valorizada e reconhecida por empresas e clientes, decidindo encerrar todas as superfícies comerciais no 1.º de maio”.

Leia a carta na íntegra aqui: Carta

 

(c) DR

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo