Destaque

Covid-19. Presença familiar em funerais permitida a partir de 4 de maio

A presença de familiares em funerais volta a ser permitida a partir de segunda-feira e as cerimónias religiosas comunitárias regressam, com limitações, no final de maio, segundo um calendário para o desconfinamento hoje aprovado em Conselho de Ministros.

O plano, apresentado pelo primeiro-ministro António Costa em conferência de imprensa, prevê que a realização de funerais passe a permitir a presença dos familiares dos falecidos, sem definir especificamente para estas cerimónias um limite de presenças.

As autoridades locais de Proteção Civil continuam a ter sob tutela o limite de familiares presentes nestas cerimónias mas António Costa considera que em alguns caso as medidas são excessivas: “Reconhecemos que as regras que têm vigorado em alguns pontos do território têm sido excessivas para aquilo que é o respeito que devemos ter pela memória de quem perdemos, pelo respeito e a atenção que nos merece também que chora a perda de um ente querido, que esse limite não permitirá limitar a participação do número de familiares” refere António Costa.

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo