Destaque

Prisão preventiva para pai e madrasta de Valentina suspeitos de matar a criança

O Tribunal de Leiria decretou prisão preventiva para o pai e madrasta de Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta em Peniche.

O pai, Sandro Bernardo, está acusado do homicídio qualificado e violência doméstica. A madrasta, Márcia, está também acusada de homicídio qualificado.

Ambos são ainda  acusados do crime de profanação de cadáver.

A criança, de 9 anos, foi dada como desaparecida na manhã do dia 7 de maio, quinta-feira, depois de uma denúncia do pai no posto da GNR de Peniche de que a menina tinha desaparecido de sua casa.

Após cerca de três dias de buscas, a Polícia Judiciária de Leiria encontrou o corpo da criança no domingo numa mata na Serra D’el Rei, no concelho de Peniche, distrito de Leiria, e deteve o pai e a madrasta da vítima.

O resultado preliminar da autópsia aponta para uma morte violenta, com indícios de asfixia e lesões na cabeça, bem como outras marcas no corpo.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo