Destaque Vila Verde

Vilela volta atrás pressionado pelos socialistas. Isenção de pagamento da água para comerciantes

Câmara de Vila Verde está disponível para atribuir isenção da água, saneamento e lixo para comerciantes e empresários, depois da sugestão que os vereadores do Partido Socialistas fizeram ao presidente António Vilela, hoje, na reunião de câmara extraordinária. Além dos socialistas, vários comerciantes manifestaram esta semana o seu desagrado quer nas redes sociais, quer em denúncias enviadas ao Semanário V, que entretanto noticiamos hoje de manhã.

Em comunicado enviado à redação do Semanário V, José Morais, vereador, diz que os socialistas tentaram esta manhã “sensibilizar o senhor presidente de câmara para o facto de vários comerciantes e empresários estarem a ser alvos de uma grande injustiça: contavam não ter de pagar água, saneamento e lixo durante o mês de abril, mas estão a receber as respetivas faturas.”

Diz o vereador que depois das propostas que efetuou ontem publicamente, e da conversa tida hoje, “estão, assim, reunidas todas as condições para que o problema seja resolvido, já que o senhor presidente de câmara nos transmitiu que concorda com a maior parte do que propusemos.”

Segundo José Morais, António Vilela “comprometeu-se a desencadear os mecanismos internos junto dos serviços para corrigir a situação, isentando comerciantes e empresas do pagamento de água, saneamento e lixo no mês de abril”.

A proposta de Morais é a seguinte:

1. Seja suspenso o pagamento de todas as faturas processadas aos consumidores não domésticos, referentes a água, saneamento e lixo, do mês de abril;

2. Seja devolvido o valor que entretanto alguns deles possam ter pago;

3. A isenção seja automática, sem necessidade de qualquer requerimento, tal como acontece com os consumidores individuais e com as IPSS.

No entanto, há um ponto de discórdia entre os socialistas e António Vilela. Morais não quer burocracia no apoio dado; Vilela “não abdica da apresentação do requerimento.”

“Apesar de não concordarmos neste aspeto, importa realçar que existe luz ao fundo do túnel para a resolução do aspeto central: a fatura da água, saneamento e lixo referente ao mês de abril, aos comerciantes e empresários será alvo de isenção. Aos que entretanto pagaram, poderá ser-lhes atribuído um crédito”, diz José Morais.

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

Acerca do autor

Paulo Moreira Mesquita

Paulo Moreira Mesquita

Diretor Semanário V